Auto completar código PHP no Vim

Dica rápida de configuração para o editor de textos Vim (meu editor preferido) para autocompletar códigos PHP. A dica é tão rápida e tão simples de fazer que chega a ser quase maçante, basta adicionar no final do arquivo $HOME/.vimrc a seguinte linha:

autocmd FileType php set omnifunc=phpcomplete#CompletePHP

Uma vez feito isso, salve o arquivo e feche-o. Agora para fins de teste crie um novo arquivo com o nome “info.php” e dentro do mesmo faça apenas o básico, como na imagem abaixo:

teste

Caso tenha dificuldades para ver na imagem o texto que digitei, foi simplesmente o trecho a seguir (intencionalmente não completo - lembre-se que estamos testando uma função que irá auto-completar nossos códigos PHP dentro do Vim).

<?php

php>

Digitada esta pequena porção de código PHP, resta-nos fazer uma pequena sequência de comandos bem simples, primeiramente segurando a tecla: Ctrl e logo em seguida pressionamos uma após a outra as teclas “x” e “o”. O resultado pode ser observado logo abaixo:

teste2 No exemplo citado havia apenas uma correspondência, teste com outros trechos de código para poder ver as sugestões.

Obviamente o uso do editor de textos Vim não é uma opção de todos, porém para mim é mais do que excelente, pois além de utilizar pouquíssimos recursos de memória e processamento, sua capacidade é enorme. Com ele é possível fazer coisas que muitos editores de texto profissionais não fazem de jeito nenhum, e isso com uma incrível velocidade. Claro, cada caso é um caso; mesmo tendo o Vim como meu editor de texto padrão e também como IDE, por vezes faço uso do Geany ou mesmo do Aptana, depende muito do que eu estou fazendo e de como é o projeto.

Mas e você? É um dos raros que utilizam também o Vim ou prefere alguma outra IDE? Se utiliza o Vim, deixe como comentário aquela sua configuração especial dele, ou mesmo “truque” que melhora o seu desempenho e produtividade. Colabore com sua dica também.

comments powered by Disqus