Meu celular caiu na água! E agora?


Várias pessoas já devem ter passado por isso: uma chuva, um tombo na piscina, esquecer dentro de um bolso de uma roupa que foi lavar, vaso sanitário (eca). Mas e agora? Se seu celular de alguma forma entrou em contato com água, o que pode ser feito? Siga estes procedimentos, tenha paciência e boa sorte:

  • Tire ele da água o mais rápido possível. A caixa plástica dos celulares é bem justa, mas com o tempo a água entra no telefone. Este tempo é curto, 20 segundos ou menos, então pegue seu telefone rápidamente! Retire a bateria. Este é um dos passos mais importantes. Não perca tempo pensando: água e eletricidade não se misturam. Remover a energia do seu telefone é um passo crucial no salvamento. Muitos circuitos dentro do telefone podem sobreviver a imersão em água, se não existir nenhuma eletricidade passando por eles.
  • celular na água

  • Remova o chip. Alguns dos seus contatos valiosos (e alguns outros dados) podem estar guardados no seu chip. Para algumas pessoas, isto pode ser mais valioso do que salvar o próprio aparelho. Chips sobrevivem a água bem, e alguns dos passos seguintes não são necessários para ele (não o aqueça). Só enxugue e coloque-o de lado até que você precise inserí-lo de volta no seu telefone. Tenha em mente que algumas tecnologias em uso não possuem chip (eu mesmo tenho um que ainda usa tecnologia CDMA, portanto não tem chip).
  • Seque o telefone. Óbviamente, você deve remover a maior quantidade de água possível o mais rápido que puder, para impedir que mais água entre no telefone. Use uma toalha ou guardanapo para remover a água.

  • Deixe o telefone secar. Você não quer estragar seu telefone ou perder os números na sua agenda, então você precisa esperar que o telefone seque. Toques e imagens permanecem com o telefone, não o cartão SIM. Não tente colocar a bateria de volta para ver se ele está funcionando, pois isto pode causar um curto-circuito no telefone, o que vai destruir tudo.
  • Não se esqueça do cartão de memória também caso seu celular possua um. É necessária sua remoção assim como os outros componentes já citados.
  • Espere. Esta é a parte mais difícil – deixar o telefone em paz, sem bateria ou cartão SIM, enquanto ele seca devagar. Alguns truques para secar o telefone mais rápido incluem deixar o telefone dentro de uma bacia com arroz cru, pois o arroz absorve a umidade mais rápido. Existem alguns problemas, como arroz dentro do telefone, então deixe o telefone em um lugar com ventilação e aberto, para que a água possa evaporar, e espere.
  • Teste o telefone. Depois de ter esperado por pelo menos 3 dias, tenha certeza de que tudo está seco e limpo, e recoloque a bateria e veja se funciona. Se o seu telefone nã funcionar, espere mais alguns dias. Se ainda não funcionar, leve em um conserto autorizado. Algumas vezes eles podem ser capazes de consertá-lo.
  • Outros métodos sugerem o uso de álcool isopropílico para secar os componentes, visto que este produto é muito utilizado em manutenções de computadores e outros circuitos eletrônicos.
  • Se quiser tentar (por sua conta e risco) abrir o telefone para secar melhor suas partes internas isso é possível, visto que a garantia já não cobre mais o seu aparelho justamente por causa da água.
  • Outro método para secar o telefone é colocá-lo em cima da ventilação do receiver da tv a cabo, monitor ou televisão por pelo menos 24 horas (até 3 dias). O calor emitido pelo aparelho é suficiente para secar suavemente o celular.

Se isso tudo dá certo? Relato aqui que após apenas 2 dias após ter um celular acidentalmente mergulhado em um balde de água com sabão, o mesmo funcionou quase que perfeitamente, só apresentou certa interferência quando em ligação. Porém nem todos os procedimentos relatados acima foram efetuados, a retirada da bateria, chip e cartão de memória e deixado o aparelho e a bateria repousando por este tempo em cima do monitor.

Para quem tiver essa infelicidade, ficam aí as dicas, realmente funciona.

Tagged with