INNER JOIN: Retorna registros que correspondam com ambas tabelas consultadas. Sua síntaxe básica é:

SELECT coluna1, coluna2, coluna3
	FROM tabela1
		INNER JOIN tabela 2
			ON tabela1.coluna = tabela2.coluna;

Onde tabela1.coluna é o nome da primeira tabela concatenando com um ponto o nome da coluna que serve como chave primária ou estrangeira, e tabela2.coluna segue a mesma lógica e se relacionam.

Da mesma forma, podemos acrescentar INNER JOINs para efetuar consultas em mais tabelas e também utilizar os filtros de WHERE conforme precisarmos:

SELECT tabela1.coluna1, tabela1.coluna2, tabela2.coluna2, tabela3.coluna1
	FROM tabela1
		INNER JOIN tabela2
			ON tabela1.id = tabela2.id
		INNER JOIN tabela3
			ON tabela2.id = tabela3.id
WHERE tabela1.ativo = 'S';

Obviamente os exemplos acima são fictícios e servem apenas para dar uma dica de como proceder. Este artigo logo ganhará uma atualização com exemplos de tabelas reais a serem utilizados como exemplo. Então se tiverem dúvida é só entrar em contato, afinal, tudo aqui é colaborativo.